Search
Close this search box.

Documentário “Quando Ouvi a Voz da Terra” recebe mais uma indicação em festival internacional

13 de setembro de 2022

O documentário, dirigido por Nando Dias Gomes, cineasta premiado no Festival Internacional de Cinema Los Angeles Movie Awards, foi aceito no Thokoza Film Festival, da África do Sul e segue dando a volta ao mundo
Compartilhe no WhatsApp
Documentário “Quando Ouvi a Voz da Terra” recebe mais uma indicação em festival internacional
Documentário mostra a fazendeira Carmen contando a sua história e trabalho no campo – Foto: Divulgação

Em seis meses, o documentário “Quando Ouvi a Voz da Terra” atingiu a marca de quatro indicações em festivais internacionais. Desta vez, o longa será exibido no Thokoza Film Festival, sediado na cidade de Joanesburgo, na África do Sul. O festival ocorrerá entre os dias 26 e 29 de outubro deste ano nas modalidades presencial e online.

O documentário “Quando Ouvi a Voz da Terra” já foi indicado a outros três festivais internacionais neste ano: o Video Film Festival of Youtube Art Club Pavlos Paraschaki, da Grécia, o Lift-Off Sessions, do Reino Unido e o Latino and Native American Film Festival (LANAFF) nos EUA, tendo sido premiado com a Menção Honrosa de Impacto Social no estadunidense. “O reconhecimento do documentário em várias partes do mundo, mostra que a pecuária do Brasil está sendo vista pelo que fazemos dentro das nossas porteiras. Sinto que estamos unindo o campo e a cidade com esse filme que a cada dia é visto por mais pessoas”, afirma a protagonista Carmen Perez, que já está nas gravações para a continuação.

Ideia original

O longa metragem partiu de uma ideia original da pecuarista Carmen Perez, a jornalista Flávia Tonin e o documentarista Nando Dias Gomes. Lançado em 2021, o filme foi dirigido por Nando Dias Gomes, cineasta premiado no Festival Internacional de Cinema Los Angeles Movie Awards. “Poder traduzir em um filme a história da Carmen Perez, e ajudar a propagar esta voz, reforça a minha esperança de um futuro com mundo melhor para todos os seres vivos”, conta Nando.

Vale destacar que, quem assina a trilha sonora é o violeiro Guito, revelação atual na novela “Pantanal”, atual cartaz no horário das 21 horas da TV Globo.

Com 72 minutos, o documentário mostra a fazendeira Carmen contando a sua história e trabalho no campo e seus desafios para implantar um trabalho que respeite o bem-estar animal. Foi patrocinado pelas empresas Corteva, Elanco Saúde Animal, JBS, KWS Sementes, Primaq/Case IH.

Além de sua realidade, ela decide visitar outras regiões para entender como é o trabalho em outras fazendas e descobre um Brasil que respeita as tradições, mas que está preocupado com uma nova era atento às questões humanas e ambientais. Visto por pelo menos 300 mil pessoas, reune depoimentos como “Me emocionei do início ao fim com sua história que me reconectou a minha família”. “Me sinto mais próximo do campo e com vontade de descobrir e conhecer essa atividade maravilhosa”.

Onde ver o documentário?

O documentário segue disponível em seu canal no youtube: Quando Ouvi a Voz da Terra.

Segunda Fase

O projeto “Quando Ouvi a Voz da Terra” teve a sua primeira fase concluída com o lançamento do longa no ano passado e entra agora em sua segunda fase. Nela, Carmen expandirá os horizontes do projeto para além da pecuária, mostrando, também, as boas práticas em diversas cadeias produtivas, como a do café, mel e cacau, por exemplo.

Esta fase consistirá em uma série documental, com quatro episódios de 15 minutos de duração e estreia marcada para o dia 26 de outubro, durante o 7º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio (CNMA). “Apesar das novidades, o foco segue em mostrar as tradições, dedicação, família, empreendedorismo, responsabilidade para com o ambiente e para com as futuras gerações”, conta a jornalista Flávia Tonin, sobre a segunda fase do projeto.

Fonte: Assessoria

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Mapeamento realizado pela Embrapa mostra que o aproveitamento dessas terras garantiria uma expansão agrícola de 35% em área plantada de grãos no país
Companhias de energia da Argentina e do Brasil iniciaram negociações para reverter o fluxo de gás para o sul de uma rede de gasodutos que liga os países a partir da Bolívia, já que a escassez regional do insumo ameaça empurrar o Brasil para importações mais caras.
Por meio da conscientização e ações práticas, o Fauna Sustentável contribui com a preservação das onças em Paragominas
As histórias conectam as pessoas desde que os humanos estão sentados ao redor do fogo.