Search
Close this search box.

Desenvolve Agro: gestores de fundos de investimento podem participar do programa

14 de maio de 2024

Programa lançado em 29 de abril deverá disponibilizar mais de R$ 2,5 bilhões a pequenos e médios produtores rurais do Estado de São Paulo
Compartilhe no WhatsApp
Desenvolve Agro: gestores de fundos de investimento podem participar do programa

Os prestadores de serviço devem enviar por meio do site da Desenvolve SP a documentação de identificação e de comprovação da capacidade para prestar o serviço, conforme regras para elegibilidade disponíveis no edital.

A Desenvolve SP vai disponibilizar Fundos de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais (Fiagro) e de Investimento em Direitos Creditórios Agro (Fidc Agro) que somam, inicialmente, R$ 500 milhões da agência de fomento destinados ao setor. O propósito é incentivar o desenvolvimento sustentável do agronegócio paulista.

Ao valor aportado pelo Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico – órgão ao qual a Desenvolve SP está vinculada, serão acrescidos recursos oriundos da iniciativa privada.

A projeção é que o programa Desenvolve Agro supere a marca dos R$ 2,5 bilhões.

Os fundos devem financiar projetos de apoio à inovação e ao empreendedorismo, bem como de investimentos em infraestrutura e sustentabilidade, além de facilitar o acesso ao crédito para pequenos e médios produtores rurais.

A aplicação dos recursos será regulada pelas normas da Comissão de Valores Mobiliários (Cvm). A seleção dos prestadores de serviço de gestão de fundos será feita por meio de carta-consulta para a comprovação dos requisitos estabelecidos no edital. O modelo de carta-consulta para envio de propostas também está disponível aqui.

Por Ascom SAA

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

São Paulo enfrenta desafios ainda maiores devido aos altos custos para o setor produtivo do leite e por ser o maior mercado consumidor do país.
Para participar é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único e viva no meio rural, com renda mensal de até R$ 218 por integrante
Reunião para discutir o tema foi realizada na terça (21), em Brasília
Em 2023, a CNI contabilizou 85 entraves às exportações nacionais contra 77 no levantamento do ano anterior