Search
Close this search box.

Desafio da Pecuária Responsável premiará projetos sustentáveis para as cadeias de corte e leite

24 de abril de 2023

A melhor proposta voltada à sustentabilidade na pecuária receberá a premiação de R$ 15 mil. As inscrições já estão abertas e vão até o dia 30 de maio
Compartilhe no WhatsApp
Desafio da Pecuária Responsável premiará projetos sustentáveis para as cadeias de corte e leite

Foi anunciado o lançamento da segunda edição do Desafio da Pecuária Responsável, que premiará a melhor proposta de prática de sustentabilidade para a pecuária de corte ou de leite. As inscrições já estão abertas e vão até o dia 30 de maio.

“O conceito de ESG – sigla em inglês que engloba a responsabilidade ambiental, social e de governança – se fortalece cada vez mais no agronegócio, o que é extremamente positivo para os diversos setores produtivos. Por isso, nesta segunda edição do Desafio da Pecuária Responsável vamos incentivar as cadeias da carne bovina e do leite a pensar em soluções voltadas para a sustentabilidade. Podem participar ideias e projetos que abarquem obrigatoriamente os três pilares desse tema – ambiental, social e econômico”, afirma um dos organizadores, Mauricio Graziani.

O Desafio da Pecuária Responsável consiste na elaboração, por parte dos participantes, de ideias ou projetos executáveis e aplicáveis ligados às práticas sustentáveis, que tenham as pessoas como motor de transformação. No site do projeto estão disponíveis o regulamento completo e o passo a passo necessário para inscrição, desenvolvimento e apresentação do projeto.

Após o término do período de cadastro, dez iniciativas serão selecionadas para curadoria especial e gratuita da Athenagro. Ao fim, serão escolhidos os três finalistas. Desse grupo sairá o grande vencedor, em outubro, que receberá R$ 15 mil.

“A construção de uma pecuária responsável é colaborativa e, por isso, investimos em pessoas para aprimorar a produção brasileira de carne bovina e de leite, beneficiando o bem-estar dos animais, a segurança dos alimentos e a proteção do planeta em que vivemos. Para cumprir esse objetivo, nosso desafio não tem restrições de formação, profissão, gênero ou idade dos participantes. Esperamos superar o número de inscrições da edição passada e contribuir ainda mais para o setor”, diz Camila Ferraz, gerente de marketing da Phibro na América do Sul.

Bem-estar animal – Pecuária Responsável

O primeiro Desafio da Pecuária Responsável, iniciado em 2021 e concluído em julho de 2022, abordou o bem-estar animal. Foram inscritos 73 projetos de diversos estados brasileiros. A edição teve como vencedora Rubia Pereira Barra, pecuarista de Paranaiguara (GO). Formada em odontologia, ela propôs um procedimento operacional padrão sobre vacinação – abrangendo desde o acondicionamento até a esterilização de seringas e agulhas –, com o objetivo de reduzir abcessos e reações no rebanho. As inscrições podem ser feitas aqui.

Por Canal Rural

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Cooperação técnica entre o Governo do Maranhão e a Conafer vai garantir o melhoramento genético e aumento da produção dos rebanhos do estado
Mapa planeja apresentar um estudo à Organização Mundial de Saúde Animal para reconhecimento internacional dos estados envolvidos como zona livre de febre aftosa sem vacinação
Além das ensacadoras, o governo também entregou um silo à Prefeitura de Nova Venécia.
A produção brasileira de sêmen bovino (raças de corte e de leite) em 2023 foi de 19,431 milhões de doses, recuo de 22% ante os 24,757 milhões de doses do ano de 2022.