Search
Close this search box.

Definida data da próxima Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas

19 de abril de 2023

Evento será novamente na Estação Terras Baixas da Embrapa em Capão do Leão (RS) e ocorrerá de 21 a 23 de fevereiro de 2024
Compartilhe no WhatsApp
Definida data da próxima Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas

A organização da Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas já trabalha na próxima edição do evento. Para isso a data da 34ª edição já foi definida, assim como o local. De 21 a 23 de fevereiro de 2024, a Estação Experimental Terras Baixas, da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão (RS), receberá pela sexta vez consecutiva a maior abertura de colheita de grãos do país.

Segundo o presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Alexandre Velho, a entidade busca qualificar os produtores por meio de informações, tanto pela parte das palestras, como também pela parte prática, no caso das vitrines tecnológicas nas lavouras. “A Abertura da Colheita serve também para proporcionar esta troca entre os produtores e a informação, ela continua sendo um insumo fundamental para o sucesso da atividade agrícola”, salienta.

O chefe-geral da Embrapa Clima Temperado, Roberto Pedroso de Oliveira, diz que será uma imensa satisfação, pela sexta vez consecutiva, a Unidade de Pesquisas, em sua Estação Experimental Terras Baixas, sediar a 34ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas. “Para nós, da Embrapa, é um momento especial, em que se recebem todos os representantes do agro em nossa instituição, sendo oportunidade ímpar para divulgar tecnologias e ouvir as demandas da sociedade”, comenta.

Para o coordenador técnico da Estação Experimental Terras Baixas, André Andres, é o momento em que os produtores enxergam e conhecem as tecnologias da Embrapa e de outras empresas públicas e privadas. “Eles conversam diretamente com os técnicos e isto faz a diferença na adoção de tecnologias, pois é uma grande oportunidade de ouvir e ver o técnico apresentar dados e informações junto às parcelas demonstrativas, acreditar no sistema de produção em terras baixas e checar o potencial do evento”, destaca. 

A Colheita

Em 2023 o evento, organizado pela Federarroz com correalização da Embrapa e do Senar RS e apoio do Irga e Ministério da Agricultura e Pecuária, recebeu mais de 13,5 mil pessoas de 15 diferentes países e 17 Estados da Federação, além do Distrito Federal, que visitaram nos três dias os cerca de 130 expositores.

Por Embrapa

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Com 2,8 milhões de toneladas, o Brasil se posiciona como o maior exportador global de algodão, ultrapassando os Estados Unidos
Medida é para o enfrentamento das consequências sociais e econômicas decorrentes de eventos climáticos extremos no Rio Grande do Sul. O arroz será vendido ao consumidor pelo preço tabelado de R$ 4 por quilo
Projetos de lei que reduziriam a dependência brasileira da importação de fertilizantes, impulsionando a produção agropecuária sustentável e tornando o País mais competitivo.
Mestre de torra da Mokado Lab de Cafés, da capital federal, supera 23 concorrentes e representará o Brasil no mundial da categoria, em Copenhagen, na Dinamarca