Search
Close this search box.

Condições excepcionais da produção de milho 2ª safra e a finalização da semeadura do trigo no Brasil são destaques do Monitoramento Agrícola Global

7 de agosto de 2023

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) é a instituição responsável por compartilhar os dados relativos ao Brasil e debater as condições de segurança alimentar no mundo.
Compartilhe no WhatsApp
Condições excepcionais da produção de milho 2ª safra e a finalização da semeadura do trigo no Brasil são destaques do Monitoramento Agrícola Global

As condições da colheita de milho, além da semeadura e desenvolvimento do trigo, no Brasil são destaques na edição de agosto da publicação internacional Crop Monitor for AMIS, uma iniciativa da Geoglam que analisa o movimento agrícola dos países membros do G20 para as culturas de milho, soja, trigo e arroz nos principais países produtores.

A publicação, divulgada nesta quinta-feira (3), destaca o progresso da safra recorde do milho 2ª safra no Centro-Oeste e as condições favoráveis para o avanço da semeadura e o desenvolvimento do trigo principalmente nas regiões Sul e Sudoeste. Além de informações do Brasil, a edição destaca as condições de seca na Argentina e em parte da América do Norte, Europa, Ásia e Oceania. A evolução das condições de El Nino e outros fenômenos relativos ao aumento da temperatura da superfície do mar também estão sendo monitorados para prever possíveis impactos na produção nas principais regiões produtoras do globo.

Os dados são repassados mensalmente pela Conab para o chamado Geoglam, sigla em inglês que define o Grupo de Observação da Terra, responsável pelo Monitoramento Agrícola Global.

Serviço:
Leia na íntegra: Crop Monitor for AMIS

Por CONAB

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil 

Relacionadas

Veja também

Com 2,8 milhões de toneladas, o Brasil se posiciona como o maior exportador global de algodão, ultrapassando os Estados Unidos
Medida é para o enfrentamento das consequências sociais e econômicas decorrentes de eventos climáticos extremos no Rio Grande do Sul. O arroz será vendido ao consumidor pelo preço tabelado de R$ 4 por quilo
Projetos de lei que reduziriam a dependência brasileira da importação de fertilizantes, impulsionando a produção agropecuária sustentável e tornando o País mais competitivo.
Mestre de torra da Mokado Lab de Cafés, da capital federal, supera 23 concorrentes e representará o Brasil no mundial da categoria, em Copenhagen, na Dinamarca