Search
Close this search box.

Como o cooperativismo impulsionou a criação de tilápia nas águas do ‘Velho Chico’

1 de agosto de 2023

Conheça a história de superação de criadores que passaram a desenvolver a piscicultura na represa de Três Marias, em Morada Nova de Minas.
Compartilhe no WhatsApp
Como o cooperativismo impulsionou a criação de tilápia nas águas do 'Velho Chico'

Como o cooperativismo impulsionou a criação de tilápia nas águas do ‘Velho Chico’

Na represa de Três Marias, formada pelas águas do “Velho Chico”, criadores de tilápia conseguiram impulsionar a produção por meio do cooperativismo.

Tudo acontece no município de Morada Nova de Minas, fundado em 1852. Naquela época, os moradores cultivavam arroz, milho, cana-de-açúcar e criavam gado.

Mas, em meados de 1960, as águas do Rio São Francisco inundaram pastos e lavouras por causa da construção das represas da Hidrelétrica de Três Marias. Com isso, bastante gente perdeu terra e acabou indo embora.

Força do cooperativismo

Quem ficou em Morada Nova de Minas, precisou se adaptar. Nesse contexto, produtores passaram a investir na piscicultura.

No início, era tudo muito informal. Os pequenos criadores não tinham documentação e nem dinheiro para investir no próprio negócio.

Foi quando o Sistema de Cooperativas Financeiras do Brasil, o Sicoob – que já atuava em várias partes do país oferecendo crédito a juros menores – enxergou a oportunidade de apostar na criação de tilápias na região.

A cooperativa de crédito trabalha com produtos e serviços parecidos com os de um banco comum. A ideia geral é oferecer empréstimos e cobrar juros na devolução do dinheiro.

Enquanto no banco os lucros são distribuídos entre donos ou acionistas, na cooperativa de crédito, as sobras – e as eventuais perdas – são divididas entre os próprios associados.

Hoje, o Sicoob tem 45 cooperados na atividade da tilápia no município.

Além disso, uma outra cooperativa atua na região na parte de beneficiamento. É a Coopeixe, que recebe e faz o processamento final de boa parte dos pescados produzidos na região.

No frigorífico chegam, todos os dias, cerca de 5 toneladas de peixe dos cooperados. Essa quantidade rende 1,5 tonelada de filé.

Reprodução da tilápia

Você conhece o ciclo reprodutivo da tilápia? Ele é bem complexo. A fêmea, por exemplo, guarda os ovos fecundados pelo macho na boca. De uma só vez, ela consegue carregar de 800 a 1.200 ovos.

Os funcionários, então, retiram e levam esses ovos para a incubadora, que simula o movimento feito pela boca da tilápia fêmea. Quando os ovos eclodem, as larvinhas nadam para a bandeja. 


Por Globo Rural

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil 

Relacionadas

Veja também

Gravada e publicada em parceria com o Chef de cozinha Jimmy Ogro, a série que desmistifica a suinocultura a carne suína já soma quase 120 mil visualizações no Instagram
Uma jornada de imersão na pecuária de confinamento americana revela práticas inovadoras e abre novas perspectivas para o agronegócio brasileiro
A feira contou com 1500 animais de 160 expositores das raças Girolando, Gir Leiteiro, Holandês, Guzerá, Guzolando, Jersey, Simental e Búfalos
Confinamento alcança 7,379 milhões de cabeças e destaca a importância da tecnologia e gestão para aumentar a produtividade no setor