Search
Close this search box.

Comitiva do AgroBrazil conhece capital nacional da maçã

21 de março de 2023

Representantes estrangeiros estiveram na cidade de São Joaquim
Compartilhe no WhatsApp
Comitiva do AgroBrazil conhece capital nacional da maçã

O Sistema CNA e a Faesc levaram, na quarta (15), a comitiva de representantes de embaixadas da 8ª edição do AgroBrazil até o município de São Joaquim (SC), para visitar a Cooperativa Regional Agropecuária Serrana (Cooperserra) e a produção de maçã local.

Os diplomatas da Bélgica, Moçambique, Nigéria, Paraguai, Reino Unido e Uruguai, conheceram o processo de produção de maçã do planalto serrano de Santa Catarina. A cidade de São Joaquim é conhecida como a capital nacional da maçã, cultura que movimenta mais de 50% da economia local.

De acordo com a Cooperativa, o Brasil tornou-se um grande produtor de maçãs desde a metade dos anos 70. Os principais estados produtores são Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Paraná. Atualmente, o Brasil conta com uma safra anual acima de 1 milhão de toneladas, de qualidade reconhecida, sendo a Gala e a Fuji as variedades mais comercializadas. 

O presidente da cooperativa, Mariozan Correia, explicou que possui atualmente 100 cooperados, 150 colaboradores diretos e mais de 500 indiretos. A cooperativa possui capacidade frigorífica de 17 mil toneladas para armazenamento de frios e 42 câmaras frigoríficas.

Correia destaca a importância que o programa AgroBR faz para toda a região. “Fomos um dos primeiros a fazer parte deste programa, que traz grande conhecimento e assessoria para nós, pequenos agricultores, no dia a dia, para nós entrarmos mais e mais no mercado da exportação”, destacou.

O grupo da missão do AgroBrasil conheceu de perto todo o sistema de produção da maçã na cooperativa – desde a lavagem, rigoroso processo de seleção até o armazenamento do produto.

Santa Catarina é líder nacional na produção de maçã, responsável por 1,29 milhão de toneladas de maçãs por ano. O empresário rural Ilson Castello Branco é produtor da fruta e ressaltou a importância do AgroBrazil.

“Nós, produtores e associados da Cooperserra temos muito o que agradecer à CNA e à Federação, que trouxeram representantes de outros países para conhecer a nossa produção. Nós poderemos no futuro até exportar para esses países que estão aqui representados”, afirmou.

AgroBrazil em missão no país

O grupo de representantes de embaixadas realiza a missão até a próxima sexta (17) e conhece as principais cadeias produtivas de Santa Catarina. Alicia Perez, da embaixada do Paraguai, disse estar surpreendida com a capacidade produtiva do estado.

“Estamos tendo uma experiência maravilhosa em Santa Catarina. No Paraguai conhecemos somente a praia de Florianópolis, agora estou conhecendo melhor o que o estado oferece. Já conhecemos a ostra, o vinho a maçã, todos muito bons. Como país mediterrâneo, não produzimos ostras, e por questões climáticas também não produzimos maçãs e uvas”, disse.

São Joaquim – Localizada próxima à divisa com o Rio Grande do Sul, no planalto serrano catarinense, com verões frescos e baixas temperaturas no inverno, a cidade tem um clima propício para a produção da maçã.

Curiosamente, com as condições climáticas adequadas nos invernos, é um dos únicos lugares no Brasil em que já aconteceram precipitações de neve. A população estimada do município é de pouco mais de 27 mil habitantes.

Por Notícias Agrícolas

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Dados mostram que serão produzidos 193,15 mil litros, abaixo do recorde de 580,22 mil litros do período anterior
Safra total de milho foi estimada em 114,14 milhões de toneladas, um acréscimo de 2,5 milhões de toneladas em relação ao previsto no mês passado; área plantada deve crescer 1% e produtividade deve avançar 1,2%
Essa parceria confirma a missão do AgroApp que é levar informações de qualidade para o produtor rural e profissional do campo.
Na comparação com a média diária de junho de 2023, há queda de 16,6% no valor obtido diariamente pelas exportações de açúcar em junho de 2024.