O AGRONEGÓCIO MAIS PERTO DE VOCÊ

Propriedades leiteiras sustentáveis

Um desafio diário com muitas práticas para os produtores leiteiros
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A produção de leite é uma atividade desafiadora e que exige dos produtores, cada vez mais, a adoção de posturas sustentáveis, com um sistema de produção que seja eficiente e lucrativo, que ofereça qualidade de vida e boas condições de trabalho aos funcionários e para quem produz e também, seja viável do ponto de vista ambiental.

Como diretora da fazenda Estância Silvania, em Caçapava, interior de São Paulo, sempre preguei as práticas sustentáveis na produção. Tanto na produção leiteira quanto na produção dos nossos queijos artesanais. Um caminho que tem se tornado exemplo para muitos.

Mas, Camila, o que são essas práticas sustentáveis? Além de agregar valor ao produto, as práticas sustentáveis devem ser avaliadas como ferramenta de gestão. No conceito de Economia Circular o descarte de um produto pode ser a matéria prima de outro. O caminho é entender a fazenda como um ecossistema e fazer um uso consciente dos recursos.

É sabido, também, que ingredientes de qualidade tem mais rendimento e mais tempo de prateleira, evitando assim desperdícios. Hoje, está cada vez mais escasso lugares para descarte de material, contribuir para o não aumento do lixo está cada vez na rotina das propriedades.  Ademais, o reaproveitamento garante o surgimento de novos produtos. Ainda falando em tendências, os consumidores estão, a cada dia, dando mais valor as empresas e alimentos que trabalham com sustentabilidade.

Aqui, na Estância Silvania, usamos algumas práticas.  Tanto na fazenda quanto na queijaria, reutilizamos a água. Temos um sistema de reuso desenvolvido pela Embrapa, onde é feito o tratamento do efluente líquido e do resíduo sólido. Todas as áreas de preservação permanente (APP) e nascentes são cercadas. Os animais bebem água limpa nos diversos bebedouros instalados na fazenda.

Além disso, nossa criação de vacas que são da raça Gir Leiteiro – Zebu, criadas a pasto com suplementação, aptas a produção de leite nos trópicos, não sofrendo stress térmico e nem infestação de parasitas, ordenha mecanizada com bezerro ao pé e sem usos de hormônios, isso garante a produção de um leite de extrema qualidade nutricional e sanitária.

O feito, inclusive, rendeu o certificado inédito Bem Estar Animal e Leite A2A2. Somos a primeira fazenda com os dois títulos. Uma importante conquista para nós, que somos uma fazenda tradicional de gir leiteiro que tem sua criação e seleção desde 1962. Os principais touros da fazenda são cabeceira no teste de progênie para temperamento leiteiro, o que pode agregar essa características nos rebanhos que queiram trabalhar com bem estar animal.

Neste ano, vamos ampliar ainda mais nossa práticas sustentáveis. Reativamos a horta e estamos reflorestando toda a propriedade. A ideia é produzirmos alimentos e água, além de contribuir com meio ambiente no entorno.

Panorama Nacional

No Brasil, o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) disponibiliza aos produtores diversos programas que preconizam boas práticas agropecuárias e que ajudam aqueles que pretendem dar os primeiros passos a caminho da sustentabilidade. Entre eles estão, o Plano ABC (Agricultura de Baixo Carbono) e a Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF).

Ouça o artigo
Ouça
o artigo