Esperada colheita de 15 mil toneladas de melancia

O município de Jaguaruna tem a maior área plantada de melancia, em Santa Catarina, com 600 hectares cuidados por 70 famílias. Sua produção tem importância estadual.
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Esperada colheita de 15 mil toneladas de melancia
Jaguaruna espera colheita de 15 mil toneladas de melancia.
Áudio

“Jaguaruna conta com mais de 35% da arrecadação proveniente da agricultura e mais de 70% do PIB (Produto Interno Bruto) do município é proveniente da agricultura, da pecuária e da pesca, e não é diferente com a melancia”, afirma o secretário municipal de Agricultura, Dirceu Rodrigues.

A expectativa é colher a mesma quantidade que na safra passada: 15 mil toneladas da fruta. Isso contribui para que 80% da melancia que chega nas centrais de abastecimento de hortifruti no estado, entre dezembro e janeiro, seja do município.

O produtor Felipe Bittencourt de Pacheco afirma que o cultivo é fonte de renda e também tradição. “Num primeiro momento o financeiro, ela dá uma rentabilidade de fato diferenciada, mas a tanto tempo, eu acredito que já tenha criado esse valor mais sentimental, os meus avós já vinham plantando há bastante tempo e, bem, a gente desde pequeno trabalhando com a cultura, acaba criando essa paixão”, disse.

colheita melancia

“O cultivo aqui começa com o preparo do solo e o plantio, por meio de mudas, no mês de agosto e setembro. Depois vem os manejos da cultura, o desenvolvimento da parte vegetativa, uma fase muito importante é a fase de floração, onde as abelhas fazem o papel de polinização. E com a fruta já estabelecida, tem o desenvolvimento do fruto, é um fruto grande”, explica Emerson Evald, que é engenheiro agrônomo da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri).

A produção da melancia se adaptou por conta das temperaturas mais quentes e o solo arenoso. “É uma fruta tropical, uma fruta do calor, então ela precisa de temperatura alta, inclusive no período da noite e esse foi um dos fatores que esse ano inclusive não foi muito favorável para planta. Apesar desses dois fatores climáticos: tivemos um frio mais prolongado, tivemos um período de estiagem em novembro, mas mesmo assim, a gente espera uma produção dentro do normal”, explica Evald.

Fonte: Abrafrutas/NSC TV

Crédito: Divulgação NSC TV

Leia outras notícias no portal Mundo Algo Brasil

Relacionadas

Veja também

Com a procura internacional crescente, o clima favorável para a produtividade, a qualidade dos produtos e os novos mercados crescem as vendas externas da fruticultura brasileira
Um novo levantamento divulgado pela Emater-MG mostra que milho, feijão e hortaliças foram as culturas mais afetadas pelo excesso de chuvas. As perdas são grandes
Emater-MG incentiva a produção de banana orgânica em Sabará, município da Região Metropolitana de Belo Horizonte e ajuda famílias a se manterem na terra.
O município de Jaguaruna tem a maior área plantada de melancia, em Santa Catarina, com 600 hectares cuidados por 70 famílias. Sua produção tem importância estadual.