Search
Close this search box.

CNA aborda expectativas e desafios da bovinocultura de corte na Agrotins

22 de maio de 2023

A palestra foi realizada no estande da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (Faet)
Compartilhe no WhatsApp
CNA aborda expectativas e desafios da bovinocultura de corte na Agrotins

O assessor técnico da Comissão Nacional de Bovinocultura de Corte da CNA, Rafael Ribeiro, falou sobre o mercado do boi gordo, expectativas e desafios do setor durante a programação da Agrotins, nesta quarta-feira (17), em Palmas (TO).

O técnico abordou ainda o uso de tecnologia, sustentabilidade, custos de produção, rastreabilidade, exportação, entre outros temas relacionados à cadeia produtiva.

A palestra foi realizada no estande da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (Faet) na feira.

De acordo com Ribeiro, em relação ao mercado do boi gordo, houve aumento da oferta de animais para abate e, consequentemente, maior disponibilidade de carne bovina desde 2022. Por outro lado, o consumo doméstico foi prejudicado, entre outros fatores, pela queda na renda da população.

O representante da CNA afirmou que as exportações recuaram em março e abril devido à suspensão das vendas para a China, mas que as expectativas são positivas para o segundo semestre de 2023 com a retomada do mercado chinês e para outros como Estados Unidos, Oriente Médio, Chile, Indonésia, Filipinas e Egito.

Para o futuro, Ribeiro acredita ser necessário avançar cada vez mais com o uso de tecnologias na atividade para aumentar a produtividade e a sustentabilidade, além de melhorar a gestão e ampliar o uso de ferramentas de proteção de preços e custos por parte dos produtores rurais.

Febre aftosa – Outro ponto abordado por Rafael Ribeiro são os avanços na retirada da vacina contra febre aftosa que ampliam o potencial brasileiro no mercado internacional, com a possibilidade de acessar os mercados japonês e sul-coreano, que só compram de países livre de febre aftosa sem vacinação. O técnico da CNA também falou sobre a rastreabilidade individual.

Fonte: Ascom CNA

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Confinamento alcança 7,379 milhões de cabeças e destaca a importância da tecnologia e gestão para aumentar a produtividade no setor
Produção de frangos e ovos é destaque no Distrito Federal. A grande demanda da região por produtos de origem animal resulta nos quase 6 mil produtores cadastrados na Emater-DF
A Pecuária é responsável por US$ 1,37 bilhão das exportações sul-mato-grossense
Comitivas internacionais da América Latina, África e Ásia são esperadas no Parque da Gameleira