Search
Close this search box.

Clima propício deve confirmar previsão de recorde de algodão

11 de maio de 2023

Safra de algodão apresenta bom desenvolvimento em regiões produtoras do Brasil
Compartilhe no WhatsApp
Clima propício deve confirmar previsão de recorde de algodão

A safra de algodão no Brasil apresenta um bom desenvolvimento, de acordo com as informações divulgadas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). As condições climáticas favoráveis em algumas regiões e a tecnologia empregada pelos produtores contribuem para o crescimento da cultura. Em Mato Grosso, principal estado produtor de algodão no país, as chuvas foram suficientes para manter a umidade do solo e as lavouras apresentam vigor adequado em estágio de formação de maçãs. Em Mato Grosso do Sul, apesar da diminuição das precipitações, a umidade disponível no solo favoreceu o desenvolvimento das culturas, sem afetar a qualidade da pluma.

Em Goiás, na região Sudoeste, as lavouras estão em estágios reprodutivos, algumas já iniciando a abertura dos capulhos. Na região Leste, a maioria dos cultivos está em formação de maçãs e as de segunda safra estão em floração e iniciando a formação de maçãs. Em geral, todas as lavouras estão em boas condições.

Na Bahia, as lavouras de sequeiro estão em fase de formação de maçãs e as irrigadas em fase de floração e formação de maçãs. O desenvolvimento é considerado bom no Extremo-Oeste do estado, mas no Centro-Sul, as chuvas irregulares durante a formação das maçãs impactam a produtividade.

Nos estados do Piauí, São Paulo e Minas Gerais, as lavouras de algodão também apresentam um bom desenvolvimento.

De acordo com um relatório de março de 2023 a Associação dos Produtores de Algodão do Brasil (ABRAPA) projeta que, na safra 2022/2023, o Brasil deve colher um volume superior a 3 milhões de toneladas (atualmente 3,1 milhões) e lembra que, até então, isso ocorreu apenas uma vez, na safra 2019/2020. O aumento na produção se deve, principalmente, ao aumento da área plantada e às boas condições climáticas nas regiões produtoras.

algodao-conab-graf

Apesar do avanço da safra de algodão no Brasil, as operações de colheita estão restritas em algumas regiões. De acordo com informações da Conab, na semana anterior a safra estava em 0,1% e, atualmente, encontra-se em 0,2% em sete estados produtores.

algodao-conab-graf-1

Ainda assim, a expectativa é de que o ritmo da colheita possa aumentar nas próximas semanas, à medida que as condições climáticas continuem favoráveis e as lavouras atinjam o ponto ideal de maturação.

Fonte: Agrotempo

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Mais que um café premium, o café de Jacu, produzido a partir de fezes desta ave, carrega um legado importante na preservação ambiental.
Volume da moagem representa um avanço de 18,95% em relação ao mesmo período do ciclo 2022/23
Durante a cerimônia da Abertura da Colheita também foi assinado um convênio entre o Ibraoliva e o Ministério da Agricultura e Pecuária
Um estudo recente realizado pela consultoria Agrifatto analisou a evolução da produtividade na pecuária brasileira ao longo dos últimos anos.