Search
Close this search box.

CEO da Pon Holding visita matriz da Alta Brasil

17 de fevereiro de 2023

A Alta recebeu nesta semana o CEO da Holding a qual faz parte e menciona sobre as experiências e avanços genéticos do Brasil
Compartilhe no WhatsApp
CEO da Pon Holding visita matriz da Alta Brasil
Janus Smallbraak se reuniu com a equipe Alta e conversou sobre os últimos investimentos e se impressionou com a qualidade genética dos animais brasileiros

A Alta, líder mundial no mercado de melhoramento genético bovino, recebeu esta semana, 14/02, a visita de Janus Smallbraak, CEO da Pon Holding, em sua sede em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Janus foi recebido pelo diretor da companhia no Brasil, Heverardo Carvalho.

Pon Holding

A Pon Holding é composta por um grupo holandês, presente em 36 países e de crescimento constante. A filial do Brasil é responsável pelo segundo maior faturamento mundial da Alta – são mais de 90 países que possuem a presença da multinacional.  “É incrível o que pude ver aqui no Brasil: muito profissionalismo e uma preocupação constante com ações sustentáveis, sendo um ótimo exemplo para outras empresas e países”, analisa Janus Smallbraak.

Na avaliação de Heverardo, a vinda do CEO da Pon foi extremamente produtiva, especialmente pela troca de experiências proporcionada pelo encontro. “Smallbraak foi apresentado à qualidade genética dos animais brasileiros e ao constante aperfeiçoamento de gerar e compartilhar práticas mais sustentáveis. Ele se impressionou com as questões ambientais brasileiras e em como a adoção de práticas de preservação do meio ambiente é um dos temas valorosos para a Alta e nossos parceiros”, afirma o diretor da Alta Brasil.

O CEO conversou com a equipe da Alta Brasil sobre os equipamentos e programas com foco no melhoramento genético dos rebanhos brasileiros. Ele analisou de perto toda a superioridade da bateria de touros, que possui, atualmente, mais de 500 reprodutores alocados na matriz. “Tivemos a oportunidade de mostrar a excelência de nossos animais, a preocupação com a segurança, o bem-estar animal e a qualidade empregada aos rebanhos do Brasil”, destaca Heverardo.

Sobre a Alta

A Alta é líder mundial no mercado de melhoramento genético bovino. Com matriz em Calgary, no Canadá, atua em mais de 90 países com centrais de coleta no Brasil, Estados Unidos, Canadá, Argentina, Holanda e China, onde é a única central com licença para produzir sêmen no país. Com mais de 25 anos de história no Brasil, a Alta mantém escritório administrativo e moderna central de biotecnologia e difusão genética em Uberaba (MG), onde anualmente recebe mais de 12 mil visitantes.

A empresa visa melhorar a lucratividade de cada rebanho, por meio da entrega genética de confiança, além de produtos e serviços de manejo com alta qualidade. A Alta contribui diariamente com o desenvolvimento da pecuária mundial pela sua estreita relação com o pecuarista, auxílio de profissionais altamente qualificados, modernas instalações e emprego de tecnologias pioneiras.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Cooperação técnica entre o Governo do Maranhão e a Conafer vai garantir o melhoramento genético e aumento da produção dos rebanhos do estado
Mapa planeja apresentar um estudo à Organização Mundial de Saúde Animal para reconhecimento internacional dos estados envolvidos como zona livre de febre aftosa sem vacinação
Além das ensacadoras, o governo também entregou um silo à Prefeitura de Nova Venécia.
A produção brasileira de sêmen bovino (raças de corte e de leite) em 2023 foi de 19,431 milhões de doses, recuo de 22% ante os 24,757 milhões de doses do ano de 2022.