Search
Close this search box.

Carne de frango tem receita de exportações com alta de 13,6% em setembro

7 de outubro de 2022

Exportações de carne de frango totalizaram 3,666 milhões de toneladas, volume 5,8% superior ao acumulado entre janeiro e setembro de 2021
Compartilhe no WhatsApp
Carne de frango tem receita de exportações com alta de 13,6% em setembro
Os embarques de setembro alcançaram 400 mil toneladas, segundo a ABPA – Foto: jcomp/Freepik

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informa que as exportações brasileiras de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) geraram receita de US$ 830,1 milhões em setembro. O número é 13,6% superior ao registrado no mesmo período de 2021, com US$ 730,5 milhões.

Os embarques de setembro alcançaram 400 mil toneladas, volume 4,4% menor que o efetivado no nono mês do ano passado, com 418,5 mil toneladas.

“Desde março, o setor tem mantido média de exportações acima de 400 mil toneladas mensais. A manutenção da forte demanda internacional pelo produto brasileiro é refletida também na média dos preços mensais, que está 19% acima do que vimos em 2021”, analisa o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

No ano, as exportações de carne de frango totalizaram 3,666 milhões de toneladas, volume 5,8% superior ao acumulado entre janeiro e setembro de 2021, com 3,466 mil toneladas. 

Em receita, a alta alcança 31,1%, com US$ 7,373 bilhões nos nove primeiros meses deste ano, contra US$ 5,623 bilhões no mesmo período do ano passado.

Destinos da carne de frango

Entre os principais destinos de exportação de carne de frango do ano, foram destaques Emirados Árabes Unidos, com 348,6 mil toneladas (+32,3%), Filipinas, com 188,7 mil toneladas (+42,2%), União Europeia, com 182,4 mil toneladas (+27,1%), Coreia do Sul, com 139,2 mil toneladas (+61,3%) e México, com 117,4 mil toneladas (+22,8%). 

“Com preços internacionais mais elevados ao longo deste ano, o resultado da receita das vendas brasileiras de carne de frango se mostrou comparativamente maior em relação ao período entre janeiro e setembro de 2021. Há forte elevação no resultado cambial das vendas para praticamente todos grandes importadores”, destaca Luís Rua, diretor de mercados da ABPA.

E ele ainda continua. “Ainda, dos 15 principais mercados houve aumento significativo de volumes em 10 deles, reforçando a posição do Brasil como principal exportador mundial e importante esteio em um momento de preocupação global com a segurança alimentar”, finaliza.

Fonte: ABPA

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

O evento, que ocorre no Tatersal Joaquim Roriz, traz tecnologia de ponta para avicultores e investidores de aves, além de palestras com grandes nomes do setor
Embarques de carne de frango mantém fluxo acima de 400 mil toneladas em 2024
O evento ocorrerá no dia 23 de fevereiro, no Tatersal Joaquim Roriz, na Granja do Torto, e traz novidades de ponta para avicultores e investidores de aves
Mesmo com incertezas sobre as safras de milho e soja no Brasil, cenário de crise do primeiro semestre de 2022, com preços do suíno em baixa e da soja e milho, em alta