Search
Close this search box.

Bunge compra o controle da processadora de soja brasileira CJ Selecta

12 de outubro de 2023

Imprensa coreana, país da CJ, estimou o valor do negócio em US$ 357 milhões por uma participação acionária de 66%
Compartilhe no WhatsApp
Bunge compra o controle da processadora de soja brasileira CJ Selecta

A Bunge fechou acordo para comprar a participação acionária da sul-coreana CJ Cheiljedang Corporation na esmagadora de soja brasileira CJ Selecta, de acordo com um comunicado enviado na terça-feira (10).

A Bunge não divulgou o valor da transação, que a ajuda a fortalecer sua posição como grande processadora de soja no maior produtor e fornecedor mundial da oleaginosa.

A imprensa coreana estimou o valor do negócio em 480 bilhões de won (US$ 357 milhões) por uma participação acionária de 66%.

A CJ Selecta, com sede em Minas Gerais, possui uma fábrica na cidade de Araguari e produz proteína concentrada de soja (SPC, na sigla em inglês) usada como ração animal em criações de peixes, suínos, aves, equinos e gado.

Em abril deste ano, a Reuters informou que a norte-americana Bunge havia retomado as negociações para uma possível aquisição de participação na CJ Selecta, de controle privado.

O retorno da Bunge à mesa de negociações ocorreu depois que a proprietária CJ CheilJedang cancelou as conversas para vender o controle acionário em 2022.

Os negócios da CJ no Brasil atraíram grande interesse dos comerciantes globais de grãos em um momento em que as margens de processamento de soja no Brasil melhoraram significativamente.

Por InfoMoney

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Dados mostram que serão produzidos 193,15 mil litros, abaixo do recorde de 580,22 mil litros do período anterior
Safra total de milho foi estimada em 114,14 milhões de toneladas, um acréscimo de 2,5 milhões de toneladas em relação ao previsto no mês passado; área plantada deve crescer 1% e produtividade deve avançar 1,2%
Essa parceria confirma a missão do AgroApp que é levar informações de qualidade para o produtor rural e profissional do campo.
Na comparação com a média diária de junho de 2023, há queda de 16,6% no valor obtido diariamente pelas exportações de açúcar em junho de 2024.