Search
Close this search box.

Arroz: Conab projeta produção de 10,033 milhões de t para 2022/23

11 de agosto de 2023

Total representa um decréscimo de 7% sobre as 10,788 milhões de toneladas de arroz 2021/22
Compartilhe no WhatsApp
Arroz Conab projeta produção de 10,033 milhões de t para 202223

O 11° levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra brasileira 2022/23 de arroz indica produção de 10,033 milhões de toneladas. O total representa um decréscimo de 7% sobre as 10,788 milhões de toneladas de 2021/22.

A área plantada com arroz na temporada 2022/23 foi estimada em 1,48 milhão de hectares, ante 1,618 milhão semeados na safra 2021/22.

A produtividade das lavouras foi estimada em 6.777 quilos por hectare, superior em 1,7% aos 6.667 quilos por hectare na temporada passada.

Principais estados produtores de arroz

O Rio Grande do Sul, principal estado produtor, deve ter uma safra de 6,934 milhões de toneladas, equivalendo a um recuo de 9,4%. A área prevista é de 862,6 mil hectares, ante 957,4 mil em 2021/22, com rendimento esperado de 8.039 quilos por hectare, ante 7.995 quilos da anterior.

Em Santa Catarina, a produção deverá totalizar de 1,227 milhão de toneladas, ante 1,178 milhão na safra 2021/22. O estado é o segundo maior produtor do país.

Para Mato Grosso, a Conab está estimando uma safra de 277,40 mil toneladas, ante 332,1 mil toneladas calculadas para 2021/22.

Por Canal Rural

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil 

Relacionadas

Veja também

Dados mostram que serão produzidos 193,15 mil litros, abaixo do recorde de 580,22 mil litros do período anterior
Safra total de milho foi estimada em 114,14 milhões de toneladas, um acréscimo de 2,5 milhões de toneladas em relação ao previsto no mês passado; área plantada deve crescer 1% e produtividade deve avançar 1,2%
Essa parceria confirma a missão do AgroApp que é levar informações de qualidade para o produtor rural e profissional do campo.
Na comparação com a média diária de junho de 2023, há queda de 16,6% no valor obtido diariamente pelas exportações de açúcar em junho de 2024.