Search
Close this search box.

Anísio e Paulo Vitor: a dupla pai e filho que encanta o interior de SP com música sertaneja

26 de março de 2023

A cidade de Arealva, interior de São Paulo, é a casa da dupla sertaneja Anísio e Paulo Vitor.
Compartilhe no WhatsApp
Anísio e Paulo Vitor: a dupla pai e filho que encanta o interior de SP com música sertaneja

Com 58 e 35 anos, Anísio e Paulo Vitor, respectivamente, formam uma dupla de pai e filho que vem encantando o público com suas apresentações.

Anísio já teve outras formações de duplas com outros parceiros, mas é com o filho que ele encontrou sua parceria perfeita. Paulo Vitor, por sua vez, sempre se inspirou no pai e aprendeu a tocar violão aos 15 anos de idade, olhando-o tocar.

A história de Anísio com a música teve início após um acidente jogando futebol, que resultou em uma perna quebrada. Foi a partir daí que um vizinho começou a ensiná-lo os primeiros acordes, e ele foi se aperfeiçoando ao longo dos anos.

A dupla Anísio e Paulo Vitor já canta junto há mais de 15 anos, mas foi em novembro de 2019 que tiveram a oportunidade de lançar seu primeiro CD, produzido pelo músico e produtor musical André Fernandes, no Estúdio L&A, em Santana-SP. O disco conta com 14 faixas, incluindo algumas regravações e músicas inéditas.

Após o lançamento do CD, eles se apresentaram em diversos programas de televisão, como o “Prosa de Amigos” apresentado por Cesar Galones na TV Aparecida, além de programas transmitidos pela internet, como o “Conexão Texas” e o “Programa Viola e Prosa”.

Além disso, eles também começaram a dar entrevistas em rádios FM e AM, onde suas músicas estão sendo divulgadas. Em dezembro de 2021, lançaram a música “Mineira de BH”, disponível em todas as plataformas de streaming, seguida por “Nós Dois na Cama” em julho de 2022 e “Sou da Roça”, lançada em março de 2023.

Anísio e Paulo Vitor

Com uma carreira sólida e um repertório diversificado, Anísio e Paulo Vitor seguem encantando o público com sua música sertaneja autêntica e emocionante.

Confira: Youtube.com/ANISIOEPAULOVITOR

Por Redação Agrovenki

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Com 2,8 milhões de toneladas, o Brasil se posiciona como o maior exportador global de algodão, ultrapassando os Estados Unidos
Medida é para o enfrentamento das consequências sociais e econômicas decorrentes de eventos climáticos extremos no Rio Grande do Sul. O arroz será vendido ao consumidor pelo preço tabelado de R$ 4 por quilo
Projetos de lei que reduziriam a dependência brasileira da importação de fertilizantes, impulsionando a produção agropecuária sustentável e tornando o País mais competitivo.
Estudo da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) calcula perdas superiores a R$ 1,1 bilhão na agricultura