Search
Close this search box.

Angus lança Programa de Valorização da Genética Nacional

5 de abril de 2024

Campanha vai conscientizar sobre a eficiência do touro nacional tanto para ganho de peso, qualidade de carcaça e principalmente adaptação
Compartilhe no WhatsApp
Angus lança Programa de Valorização da Genética Nacional
Touros Angus

A Associação Brasileira de Angus vai começar uma ação destinada a fortalecer o mercado de material genético da raça no Brasil. Batizado de Programa Touro Angus Nacional, o projeto terá sua estreia durante a ExpoCampos, de 5 a 7 de abril, em Campos Novos (SC).
 

O Programa Touro Angus Nacional visa impulsionar as vendas de sêmen dos touros da raça, estimulando a preferência pelo material genético produzido no Brasil.

“Este programa surge em resposta às demandas do setor pecuário, que precisa de uma genética adaptada ao clima e às condições da pecuária brasileira. Vamos dar suporte aos nossos associados nesta divulgação, incluindo o fomento dos leilões, assim como assessoria técnica aos novos investidores na raça”, disse Mateus Pivato, gerente de fomento da Associação Brasileira de Angus.
 

Ele explica que o desempenho genético dos touros nacionais tem a mesma qualificação para produção de carcaça que qualquer touro vindo dos Estados Unidos, Argentina ou Canadá, que são os principais países de origem do sêmen importado. Contudo, os touros nacionais são fruto de uma seleção de animais adaptados à nossa realidade. “Selecionamos animais de pelo curto e liso, com maior resistência a ectoparasitas. Somos o único país no mundo que tem DEP (Diferença Esperada da Progênie) de resistência a carrapato. Por isso o Angus selecionado no Brasil é o mais indicado para os nossos sistemas de produção, tanto para seleção de raça pura ou cruzamento industrial”, acrescenta Pivato.
 

Para ter ideia, dados do Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne (PROMEBO®) – um dos mais antigos programas de melhoramento bovino brasileiro – mostram que dos 100 melhores touros listados para o índice de adaptação, 56 são de origem nacional, enquanto 41 são importados. E dos dos 20 melhores touros pais, 15 são nacionais e apenas cinco são importados.
 

Angus é a raça taurina com o maior número de touros em coleta no Brasil. São 232 touros ativos em coleta (dado de fevereiro 2024), dos quais 157 de origem nacional, que representam a seleção genética de 36 selecionadores da raça em todo o país.

Por ASCOM ABA

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

O aumento do uso de coprodutos representa uma solução sustentável para a destinação de resíduos
Mestre de torra da Mokado Lab de Cafés, da capital federal, supera 23 concorrentes e representará o Brasil no mundial da categoria, em Copenhagen, na Dinamarca
São Paulo enfrenta desafios ainda maiores devido aos altos custos para o setor produtivo do leite e por ser o maior mercado consumidor do país.
Rio grande do Sul havia colhido grande parte de sua produção de arroz antes das inundações