Search
Close this search box.

ANCP firma convênio de cooperação técnica com associações de criadores do Peru e Equador

17 de junho de 2023

A formalização ocorreu no mês de maio, em Uberaba (MG), e na sede da ANCP, em Ribeirão Preto (SP).
Compartilhe no WhatsApp
ANCP firma convênio de cooperação técnica com associações de criadores do Peru e Equador

A Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (ANCP) assinou convênios de cooperação técnica com mais três associações de criadores na América do Sul: uma do Peru e duas do Equador. A formalização ocorreu no mês de maio, em Uberaba (MG), e na sede da entidade, em Ribeirão Preto (SP).

O contrato com a Associação Peruana de Criadores de Zebu (ASOCEBU) foi assinado por seu presidente, Dicson Roberto Quijano Argomedo, e pelo presidente da ANCP, Raysildo Barbosa Lôbo, durante a 88ª edição da ExpoZebu, realizada entre os dias 29 de abril e 6 de maio.


Os outros contratos foram assinados no dia 5 de maio, em Ribeirão Preto (SP), na sede da ANCP. Participaram os presidentes da Associação Equatoriana de Criadores de Gado Zebu (ASOCEBU), Xavier Hernesto Zambrano Alcivar, e da La Guzerá y sus Cruces Ecuador, Hokal Bosco Mendoza Ferrin, além de Raysildo Lôbo, presidente da ANCP.

Realizações ANCP


Com o acordo de cooperação técnica, a ANCP realizará as avaliações genéticas dos rebanhos bovinos dos associados. A parceria também prevê a realização de treinamentos e disponibilização de serviços e tecnologias, além de cursos de capacitação de técnicos e criadores para a coleta e envio de dados dos rebanhos associados.


A parceria é resultado dos esforços da ANCP para disseminar o melhoramento genético e o conhecimento técnico-científico de qualidade entre vários países da América Latina. Atualmente, a entidade mantém convênio de cooperação com associações de criadores da Bolívia, Peru e Equador.

Por Assessoria de Imprensa ANCP

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Cooperação técnica entre o Governo do Maranhão e a Conafer vai garantir o melhoramento genético e aumento da produção dos rebanhos do estado
Mapa planeja apresentar um estudo à Organização Mundial de Saúde Animal para reconhecimento internacional dos estados envolvidos como zona livre de febre aftosa sem vacinação
Além das ensacadoras, o governo também entregou um silo à Prefeitura de Nova Venécia.
A produção brasileira de sêmen bovino (raças de corte e de leite) em 2023 foi de 19,431 milhões de doses, recuo de 22% ante os 24,757 milhões de doses do ano de 2022.