Search
Close this search box.

Agronegócio impulsiona exportações do Paraná no primeiro trimestre, que cresceram 4,7% em valor

12 de abril de 2024

Impulsionadas pela soja em grão, pelo açúcar bruto e açúcar refinado, as exportações do Paraná cresceram 4,7% em valor no primeiro trimestre do ano em relação a igual período do ano passado, informou em nota a Agência Estadual de Notícias.
Compartilhe no WhatsApp
Agronegócio impulsiona exportações do Paraná no primeiro trimestre, que cresceram 4,7% em valor

No total, o faturamento com exportações no período somou US$ 5,42 bilhões, o que manteve o Estado na primeira posição na Região Sul, superando o Rio Grande do Sul, cujas vendas externas somaram US$ 4,2 bilhões, e Santa Catarina, com US$ 2,6 bilhões. Os dados foram levantados pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), a partir das informações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC).

As exportações de soja em grão cresceram 161,2% no primeiro trimestre, para US$ 1,3 bilhão; já o açúcar bruto subiu 105,5% em faturamento com embarques externos, para US$ 256 milhões e o açúcar refinado, 380,6%, para US$ 61 milhões.

Além dos produtos do agronegócio, também houve crescimento significativo nas exportações de geradores e transformadores elétricos, com elevação de 307,3% no período (chegando a US$ 105,6 milhões), e óleos e combustíveis, com crescimento de 35,1% (US$ 38 milhões).

Apenas as exportações de alimentos cresceram 18,9% entre os dois trimestres, saltando de US$ 2,9 bilhões para US$ 3,4 bilhões.

A China comprou 71,1% mais de bens produzidos no Estado, passando a responder por uma fatia de 26% do total das exportações do Paraná entre janeiro e março. As vendas para o país asiático subiram de US$ 822,9 milhões para US$ 1,4 bilhão de um trimestre para outro.

Por Avisite

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

São Paulo enfrenta desafios ainda maiores devido aos altos custos para o setor produtivo do leite e por ser o maior mercado consumidor do país.
Para participar é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único e viva no meio rural, com renda mensal de até R$ 218 por integrante
Reunião para discutir o tema foi realizada na terça (21), em Brasília
Em 2023, a CNI contabilizou 85 entraves às exportações nacionais contra 77 no levantamento do ano anterior