Search
Close this search box.

Agroindústria reduz ainda mais suas perdas

27 de novembro de 2023

Pesquisa do FGVAgro aponta que a agroindústria reduz ainda mais suas perdas e está a um passo de operar em campo positivo
Compartilhe no WhatsApp
Agroindústria reduz ainda mais suas perdas

 A pesquisa sobre agroindústria, do FGVAgro, revela que em setembro/2023, a produção agroindustrial registrou uma expansão de 2,5% frente ao mesmo período de 2022. Essa alta foi derivada da expansão de 5,8% do segmento de Produtos Alimentícios e Bebidas. Por sua vez, o segmento de Produtos Não-Alimentícios contraiu pela décima terceira vez consecutiva (-1,3%). Com o resultado positivo do mês, a Agroindústria reduziu suas perdas no acumulado no ano: passou de -0,4% (até agosto/2023) para -0,1% (até setembro/2023).

No cenário base a FGV Agro espera que a Agroindústria cresça

Para 2023, o FGV Agro espera que a Agroindústria cresça levemente, em 0,2%, em relação ao ano de 2022, no cenário base. Essa alta deverá ocorrer por conta do crescimento (3,5%) do segmento de Produtos Alimentícios e Bebidas e pela menor contração dos Produtos Não-Alimentícios (-3,4%) – vale destacar que, ao longo do ano, esse segmento chegou a acumular contração de quase 5,5%.

O segmento de Produtos Alimentícios e Bebidas vem sendo favorecido pelo pela safra recorde, pela queda de inflação de alimentos e pela manutenção do bom ritmo no mercado de trabalho. Já o segmento de Produtos Não-Alimentícios, por sua vez, também conta com alguns desses fatores positivos, porém, eles vêm sendo superados pelos desempenhos negativos, notadamente, dos setores de Insumos Agropecuários, Produtos Florestais e Produtos Têxteis.

Por: Ascom FGV Agro

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Em 2022, quando a Guerra na Ucrânia começou, houve um salto de 188% nas exportações de fertilizantes de Israel ao Brasil
Para Arnaldo Jardim, tendência é a ampliação das possibilidades do produto
Esse fenômeno tem gerado impactos positivos no desenvolvimento de municípios do Piauí que, anteriormente, apresentavam indicadores econômicos mais modestos, transformando suas realidades.
Ambiente de negócios aponta para encurtamento das escalas de abate, o que pode levar ao maior apetite de compra