Search
Close this search box.

Agricultores brasileiros garantem o aumento da oferta global de soja

19 de maio de 2023

País lidera a colheita e a exportação mundial de soja
Compartilhe no WhatsApp
Agricultores brasileiros garantem o aumento da oferta global de soja
O complexo da soja lidera as exportações do Brasil | Foto: Antônio Neto/Embrapa

O crescimento da safra de soja do Brasil garantiu o aumento da oferta mundial do item na colheita em curso. O Conselho Mundial de Grãos divulgou a informação nesta quinta-feira, 18.

“A produção mundial de soja em 2022/23 está em 369 milhões de toneladas (+4%), com uma safra brasileira recorde que mais do que compensa as quedas em outros lugares”, informa o mais recente relatório do conselho. No ciclo em curso, o país deve colher por volta de 155 milhões de toneladas do grão.

Soja do Brasil e a oferta global

Atualmente, o Brasil é o maior produtor da cultura no planeta. Os agricultores locais respondem por 42% de toda a colheita global. Além disso, eles são os maiores exportadores mundiais do setor.

soja

A Região Centro-Oeste é o grande celeiro da sojicultura. Localizado nessa parte do Brasil, o Mato Grosso tem o melhor desempenho dentro da colheita nacional do grão.

Os agricultores mato-grossenses são responsáveis por cerca de 40 milhões de toneladas da colheita em curso. Desse modo, a colheita local corresponde a terceira maior do planeta, quando comparada às principais nações produtoras do globo ― superando, por exemplo, a Argentina. A produção de soja do Estado equivale a 26% da safra do Brasil e 10% da oferta global.

Por Revista Oeste

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Safra total de milho foi estimada em 114,14 milhões de toneladas, um acréscimo de 2,5 milhões de toneladas em relação ao previsto no mês passado; área plantada deve crescer 1% e produtividade deve avançar 1,2%
Essa parceria confirma a missão do AgroApp que é levar informações de qualidade para o produtor rural e profissional do campo.
Na comparação com a média diária de junho de 2023, há queda de 16,6% no valor obtido diariamente pelas exportações de açúcar em junho de 2024.
Em grande parte do Rio Grande do Sul, a colheita de arroz já foi finalizada