Search
Close this search box.

Adoçantes naturais de frutas cítricas podem substituir o açúcar, diz pesquisa

24 de setembro de 2022

A descoberta dos adoçantes naturais pode ajudar na substituição e redução do açúcar em alimentos processados, que é uma das metas em longo prazo da indústria de alimentos e de bebidas
Compartilhe no WhatsApp
Adoçantes naturais de frutas cítricas podem substituir o açúcar, diz pesquisa
Além de tentar encontrar adoçantes nos cítricos, os pesquisadores procuram intensificadores de doçura que possam reduzir significativamente a quantidade de açúcar em produtos – Foto: Freepik

Pesquisadores do Instituto de Ciências Alimentares e Agrícolas da Universidade da Flórida (EUA) identificaram uma fonte natural de adoçante chamada de oxime V em frutas cítricas que não havia sido encontrado em nenhuma fonte natural anteriormente.

“Isso cria oportunidades ampliadas para os produtores de citros e para a seleção de cultivares de melhoramento para obter altos rendimentos de compostos adoçantes”, explica Yu Wang, um dos responsáveis pela descoberta.

As frutas cítricas são grandes fontes de vitamina C e têm ação oxidante. Entre as mais conhecidas da categoria estão laranja, limão, tangerina, uva, abacaxi, acerola e morango.

A substituição e redução do açúcar em alimentos processados são uma das metas em longo prazo dos sistemas de saúde e da indústria de alimentos e de bebidas.

Adoçantes reais

Assim, além de tentar encontrar adoçantes reais nos cítricos, os pesquisadores procuram intensificadores de doçura que possam reduzir significativamente a quantidade de açúcar necessária para atingir o mesmo nível de doçura percebida. No mundo, apenas seis adoçantes sintéticos e dois naturais aumentadores de doçura foram criados e aprovados pela Food and Drug Administration dos Estados Unidos.

Segundo Wang, a pesquisa — publicada no Journal of Agricultural and Food Chemistry em agosto — pode ser o caminho para produzir alimentos e bebidas com menor teor de açúcar e calorias, mantendo a doçura e o sabor usando produtos naturais.

Fonte: Correio Braziliense

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Foram encontrados alguns animais circulando ou vivendo em ambientes de produção de cinco fazendas fortes na citricultura
Em Três Lagoas a área ocupada pela citricultura pode chegar a 15 mil hectares
Atração da feira, o Programa de Compradores Internacionais deve promover mais de mil encontros entre produtores nacionais e investidores estrangeiros. Brasil bateu recorde de exportações em 2023
Doença destrutiva dos citros foi escolhida para a retomada da publicação. “CATI Responde” é um boletim informativo, que tem previsão de publicação mensal e digital, voltado aos produtores rurais