Search
Close this search box.

ABRAVEQ, maior evento da medicina veterinária equina da América Latina, será realizado em Campinas

23 de junho de 2023

Vários especialistas estarão reunidos na ABRAVEQ em debates sobre a medicina veterinária e biotecnologia nos equídeos
Compartilhe no WhatsApp
ABRAVEQ, maior evento da medicina veterinária equina da América Latina, será realizado em Campinas

Campinas (SP) será palco da XXIII Convenção Anual da Associação Brasileira de Veterinários de Equídeos (ABRAVEQ), considerada o maior evento da América do Sul voltado à Veterinária Equina. Neste ano, o encontro que será realizado nos dias 6 a 8 de julho no Expo Dom Pedro, acontecerá junto ao ISER VETS (Practitioners´Days) prometendo reunir toda a cadeia relacionada à medicina e biotecnologia nos equídeos.

Destinado aos médicos veterinários e estudantes, em sua programação, o evento realizará uma série de palestras e fóruns ministrados por vários especialistas de diversas áreas ao longo de três dias. Sócios da associação terão desconto para participar do evento.

O presidente da ABRAVEQ, Marco Alvarenga, salienta que a maioria das empresas do ramo, cerca de 50, se encontrarão em julho na Expo Dom Pedro. “Além disso, cientistas internacionais e nacionais, profissionais de renome, assim como jovens profissionais e pós-graduandos, estarão reunidos para discutir assuntos de grande importância ligados à Veterinária Equina”, comemora ele que projeta a participação de 1000 pessoas.

Programação ABRAVEQ

Clique aqui para conferir a programação da ABRAVEQ.

Por Portal Cavalus

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

42 ª Exposição Internacional do Cavalo Puro Sangue Lusitano acontece de 20 de maio a 02 de junho no Parque da Água Branca
O aumento do uso de coprodutos representa uma solução sustentável para a destinação de resíduos
São Paulo enfrenta desafios ainda maiores devido aos altos custos para o setor produtivo do leite e por ser o maior mercado consumidor do país.
Volume alcançou em 178,8 mil toneladas até a quarta semana, sendo que no ano anterior foram exportadas 168,4 mil toneladas